O número de urnas eletrônicas que apresentaram defeito e precisaram ser substituídas chegou a 416 em todo o estado do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada na tarde de hoje (15) pelo vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), desembargador Claudio DellOrto, que acrescentou que 236 urnas ficavam em seções eleitorais na capital. Segundo o Superior Tribunal Eleitoral, foram substituídas 1,7 mil urnas em todo o país.

É um número elevado proporcionalmente a outros momentos. E temos uma explicação para isso: tivemos um processo de contingenciamento de urnas, disse o desembargador em uma entrevista coletiva à imprensa. Vocês acompanharam a dificuldade que o TSE teve de realizar a contratação das urnas novas. As chamadas urnas 2020 não ficaram prontas a tempo, e alguns estados não tinham urnas suficientes para a realização do pleito. E o Rio de Janeiro, então, foi obrigado a ceder algumas urnas do nosso estoque e ficamos com algumas urnas antigas, que apresentaram defeito e tiveram que ser substituídas.

Mesário agredido
Segundo o TRE-RJ, um mesário presidente de seção eleitoral foi agredido por um candidato a vereador e seus seguranças em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. No momento da agressão, o mesário não estava no interior da seção eleitoral.

O caso foi denunciado, mas quando a Polícia Militar chegou, os suspeitos da agressão não estavam mais no local.

Desde a manhã de hoje foram detidos dois cabos eleitorais em Búzios, dois candidatos em Santa Maria Madalena, um candidato em Natividade, dois cabos eleitorais em Belford Roxo, um cabo eleitoral em Petrópolis e um candidato em São Gonçalo.


banner_eleicoes2020_miolo.jpg

– Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil – YWD 11342