Gustavo vai fomentar o empreendedorismo em Aparecida

Com o objetivo de melhorar o cotidiano das pessoas, criando oportunidades para aqueles que nasceram e aos que escolheram viver em Aparecida, o prefeito e candidato à reeleição, Gustavo Mendanha (MDB), colocou como meta em seu plano de governo para os próximos quatro anos, caso reeleito, a realização de ações que visem o empreendedorismo. O candidato, que percorreu a cidade durante este fim de semana em diversas carreatas dos vereadores da Coligação Aparecida Com Certeza, explanou que ampliará os trabalhos da Incubadora 3D, que tem parceria com o Sebrae e Sistema S, para fomentar o interesse, principalmente dos jovens, de colocarem suas ideias de novos negócios em prática.

“Nós estamos agindo no presente para pensar o futuro de nossa população, em especial os jovens, que estão aí com a vida em plena atividade e buscam novos desafios. E o empreendedorismo é uma característica dos jovens pela autonomia que buscam para suas vidas e pelo espírito desafiador. Por isso, vamos ampliar os programas focados no empreendedorismo com mais etapas de pré-incubação, pela Incubadora 3D; ofertar mais cursos profissionalizantes e de qualificação com o Juventude 2.0, e reduzir as burocracias”, comenta o emedebista.

Gustavo Mendanha destaca ainda que a capacitação é um dos objetivos do programa Escola de Negócios, que visa à implementação de cursos profissionalizantes e de qualificação para as várias atividades produtivas, com foco na cultura empreendedora, no desenvolvimento de habilidades e de competências específicas. “Estamos vivenciando um cenário completamente atípico neste ano com a pandemia, pegando todos de surpresa. O fechamento parcial das cidades foi muito prejudicial às empresas, e precisamos, neste momento, auxiliar empresários e novos empreendedores a continuarem suas atividades e salvar nossa economia”, sublinha ele.

O candidato pontua que, para fugir da crise gerada pela Covid-19, onde muitos perderam seus empregos, as pessoas se reinventaram e buscaram novos meios de subsistência. E entre eles está a abertura de negócios próprios, o que gerou um aumento de novas empresas, principalmente micro e pequenas. Gustavo acrescenta: “Em Aparecida não foi diferente. No 1º semestre tivemos um recorde na abertura de novas empresas. De abril a junho registramos mais de 1,7 mil pequenos negócios formalizados. Isso representa alta de 6,55% em relação ao 1º trimestre deste ano, sendo o melhor resultado desde 2017. Estes números mostram que o aparecidense contrariou o cenário de incerteza provocado pela pandemia”.

Celeridade na abertura de empresas

Continuando na contramão do cenário pandêmico, neste mês de outubro, segundo dados do Cadastro Único do Município, Aparecida registrou a abertura de 607 novas empresas, sendo o dobro do que foi registrado há quatro anos, em outubro de 2016. “Vemos nesses números a constante busca do aparecidense em melhorar de vida, de ter uma nova fonte de renda para o sustento de sua família. E queremos continuar avançando nesta parte, reduzindo os entraves. Aliás, o processo de abertura de uma empresa hoje em Aparecida é todo automatizado, o que torna mais ágil a emissão da documentação necessária”, salienta o candidato emedebista.

Gustavo destaca ainda que, além dos microempreendedores individuais (MEIs), o panorama da abertura de empresas em geral em Goiás no 2º trimestre deste ano também colocou Aparecida em evidência. Segundo a Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), Aparecida se tornou sede de 5,03% das 5.226 novas empresas abertas em Goiás de abril a junho de 2020. “Um dos quesitos que atraíram essas empresas para a cidade foi o suporte oferecido pela gestão para o segmento empresarial. Nesta pandemia, por exemplo, prorrogamos por 90 dias o vencimento do Imposto Sobre Serviços, o ISS, o que ajudou a atenuar os impactos ocasionados nas atividades econômicas”, finaliza Gustavo Mendanha.